waterwikipedia
Name of artefact
Aqueduto da Cividade
Aqueduto de abastecimento das termas da Cividade
Abstract
Section of a Roman underground aqueduct related to the water supply of the Roman public baths of “Alto da Cividade”. It was first identified in 1977 and has been subject to a further study (2005-2006), which allowed recovering its route over a length of 60 meters. It surrounds the theater wall towards the palaestra of the thermal building. The uncovered part of the aqueduct is very well preserved being possible to analyze its structural system and materials used. It has walls of careful granite masonry (opus vittatum), which were founded on a base of tegulae, being covered by great granite slabs around 1m long by 0.26m wide horizontally arranged. The specus was covered with opus signinum and has varying dimensions (0.70/0.60m high by 0.45/0.35m wide). It was verified that it narrows down as it is closer to the Roman baths, showing a pending of 0,06%. This aqueduct is apparently an extension of a main one, which should cross the city E/W.
Location
 
Dating
 
General
features
Relationship
 
Present
context
Artefact
description
Virtual
tour
Documentation
 
Biblio
 
Sitography
 
Author
 
Wiki
 
Country: Portugal
Region: Braga
District: Minho
Municipality: Braga
Century: 1
Year:
Age: Época Romana
Typology of artefact: aqueduct
Related items: Termas públicas do Alto da Cividade; aqueduto principal que cruzaria a cidade no sentido E/O.
Category of use: infrastructural use
Technical function: transport
Relationship with other artefacts and elements related to water:
Termas públicas do Alto da Cividade. Piscinas e canalizações.
Hydrological and morphological aspects:
O monumento encontra-se inserido numa área arqueológica protegida, na qual se incluem dois outros edifícios romanos: as termas públicas do Alto da Cividade e o teatro. A área arqueológica referida está inserida no tecido urbano da cidade de Braga, encontrando-se rodeada por um denso parque habitacional que alterou as características hidrogeológicas e morfológicas originais.
Landscape aspects:
Paisagem urbana.
Architecture: Troço de aqueduto, subtérreo, relacionado com o abastecimento de água às termas romanas do Alto da Cividade, identificado numa extensão de cerca de 60m. Inicia-se no limite norte da atual Colina da Cividade, onde foi cortado para implantação de prédios de habitação, contorna o muro nascente do teatro e cruza a palestra das termas, onde aparece já destruído. Possui paredes aprumadas de cuidada alvenaria de aparelho isódomo (opus vittatum), que assentam num lastro de tijoleiras, sendo coberto por grandes lajes de granito, toscamente afeiçoadas, com cerca de 1m de comprimento, por 0,26m de largura, dispostas horizontalmente. Nalguns locais, onde a estrutura se encontra melhor conservada, foi posível observar que os interstícios entre as lajes de cobertura foram colmatados com uma argamassa argilosa de cor rosada. O specus do aqueduto possui entre 0,70 e 0,60m de altura e uma largura que oscila entre 0,45 e 0,35m, verificando-se que se vai estreitando à medida que se aproxima das termas. Com um pendor de cerca de 0,06%, encontrava-se revestido internamente de opus signinum. Trata-se, aparentemente, de um ramal de um aqueduto principal, que deveria cruzar a cidade no sentido E/O.
Materials used: Paredes e cobertura feitas de pedra granítica. O lastro é feito com tégulas. As paredes são revestidas de opus signinum. Os interstícios entre os monólitos de cobertura foram colmatados com argamassa de argila.
Building Technique: Estrutura subtérrea, implantada num recorte feito na alterite granítica. Paredes de alvenaria de granito regular (opus vittatum). Lastro feito de tégulas. Cobertura executada com lajes de granito justapostas, toscamente afeiçoadas, com juntas argamassadas. Revestimento interior de opus signinum.
Transformations: Não são conhecidas.
Present state: inactive
Ownership: yes
Ties: yes
Accessibility: yes
Usability: no
State of preservation: good
Virtual Tours of the water artefacts:
Infrastructural use (Infrastrutturale)
Documentation (photo, iconography, cartography, functional diagram of the artefact etc.):
Martins, M. e Ribeiro, M. (2012)Gestão e uso da água em Bracara Augusta. Uma abordagem preliminar, in Caminhos da Água, CITCEM (Centro de Investigação Transdisciplinar – Cultura, Espaço e Memória), Braga
Name: Manuela
Surname: Martins
Institution affiliation: Unidade de Arqueologia da Universidade do Minho
Email:
Nome:
Testo: